segunda-feira, 22 de agosto de 2011

ORAÇÃO DO JUSTO Leitura Tiago 5.13-20

Quando um homem justo ora, as coisas acontecem. Deus não rejeita o justo. Ele ouve atentamente. E o efeito da sua oração é muito vasto. Ela tem poder. Devemos notar, contudo, que só é realmente justo quem está totalmente entregue ao Senhor. Esse justo o Senhor ouve porque cuida daqueles que nele confiam. Como continuaria orando se não entendesse que Deus cuida dele e demonstra o seu poder por meio da oração ? É por essa razão que o justo pode orar, porque compreende o cuidado de Deus. Ele ouve, responde e manifesta o seu poder quando o justo o busca em oração.
Georg Muler, de Bristol, entendeu esse ensino da Palavra. Viveu na base da oração. Muitas vezes não tinha comida para alimentar as suas crianças no orfanato que dirigia. Então entrava no seu quarto de oração e ali se curvava diante do Deus todo poderoso e, nem mesmo terminava sua oração, a resposta estava à sua porta. Foi por meio desse método que ele pôde expandir seu ministério de ajudar grande número de crianças que em seus dias perambulavam sem lar, roupa e comida pelas ruas da Inglaterra. Havia poder em suas orações.
A oração do justo pode influenciar a vida da família, da igreja e da sociedade. Ele ora por seu lar para que haja proteção, soluções de problemas e cura dos doentes; ele ora por sua igreja para que ela seja forte, unida e uma grande benção no lugar onde está implantada. Ele ora pela sociedade em que vive, pois ela está doente e é urgente que justos orem para que seja restaurada. Ficamos tristes com a situação da falta de justiça, mas não é suficiente ficar triste. É necessário também orar intensamente por nossa sociedade. A oração é a grande arma do justo. O profeta Elias orou e desafiou os profetas de Ball e Deus ouviu a sua oração ( 1Rs 18.25-38 ). ele ouvirá também hoje a oração do justo, pois ela é poderosa e eficaz. - JG – Pão diário para o dia 06 de Janeiro.

Quanto o Justo ora acontece maravilhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário