quarta-feira, 6 de outubro de 2010

PNHD3, casamento gay, aborto - Porque o governo Lula apóia ?



Casamento entre pessoas de mesmo sexo:
Sou contra a prática homossexual, como sou contra a prática da mentira,  como sou contra a prática da maledicência, etc...
Mais sou a favor dos direitos civis de todas estas pessoas que praticam estas coisas que ,embora, são abomináveis para Deus.
É o Senhor nosso Deus tem a propriedade de julgar, e não nós, nosso trabalho é somente o IDE e pregai a boa nova.
Se muitos vivem ao modo que não agrada a Deus é porque nosso IDE está ineficiente, tão ineficiente que dentro das igrejas o mau testemunho continua.
Mais a questão do casamento gay bem sabemos que não é só direitos civis que se almeja, mais também aceitação da prática homossexual com naturalidade, ( Brasil Sodôma ) aja visto, filmes e novelas. E também por imposição pela tão falada PLC 122/2006. ( lei que  pretende punir com prisão quem criticar o homosexualismo )

Aborto:
Eu conheço uma moça que seria abortada numa clínica clandestina, há 22 anos atrás,  sua mãe desistiu na última hora, graças a Deus. Se o aborto tivesse ocorrido, sua filha não teria o direito de decidir sobre o próprio corpinho.
O Bispo Macedo, da Universal, disse que algo como "deixar uma pessoa nascer pra ficar sofrendo de baixo da ponte".Veja aqui.
Fico imaginando um morador de ponte destes ouvindo isto.
Acho que tal pessoa pensaria "Será porque minha oferta na igreja é pequena ?"

A termos bíblicos o aborto é cometer um pecado, "Não matarás", para encobrir outro "Não adulterarás". Simples.

Gravidez indesejada é fruto da promiscuidade ou falta de educação ou falta de valores de família, não de saúde publica.
Questão de saúde publica, para o estado, é ter que arcar com tanta gente pobre nascendo.

Sejamos sinceros, os argumentos apresentados pelo governo para a libertação do aborto não se sustentam nem moralmente nem biblicamente, quem dera saúde publica, o problema da tal saúde pública tem outro enfoque que é o crescimento demográfico.

A ONU, Organização das Nações Unidas é quem está fazendo pressão na América latina para que estas duas questões se estabeleçam, aborto e casamento gay, pois tem haver com a  crescimento populacional.
Veja...
( A entidade internacional IPPF (International Panning Parenthood Federetion, Federação Internacional de Planejamento Familiar), talvez a maior entidade privada internacional de controle da população, tem uma filial no Brasil, a BEMFAM, com orçamento de dois milhões e meio de dólares para custear seus objetivos, entre os quais a legalização do aborto. É claro que a pressão dá-se de todas as formas: desde a destinação de recursos, passando pela criação de entidades feministas, o lobby na ONU, nas conferências internacionais, no Congresso Nacional, para que sejam aprovados os meios de controle populacional. Mas há muitas outras entidades de peso, financiando largamente essa política, cito apenas duas delas: a Fundação Ford e a Fundação MacArthur.
leia mais em aqui )
Logo não haverá comida ou água potável suficiente para todos, os recursos naturais da terra se esgotam dia a dia, não haverá mais onde jogar e processar tanto lixo e tanto descarte orgânico e uma outra guerra mundial, acredito que ficaria cara de mais, e com tempo de recuperação muito longo.

Os projetos da ONU, falsos profetas, falsos cristão, ateus etc...
Sabemos que tudo isso existe por causa do pecado e que estas coisas acontecerão para que se cumpras as escrituras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário